31.8.12

Horizonte


Gosto de te comparar com o Mar, vasto ou com o Sol, quente ou com o Vento, bom nos abraços. Olhando para a vastidão do Oceano deparamo-nos com um certo desejo de avançar e perguntamo-nos o que existe para além do mar. Para os aventureiros, remando por entre salpicos de momentos e ondas de vivências, descobrem que o horizonte não termina e que mesmo caminhando haverá sempre um novo horizonte a descobrir. O que é que o Amor e o Horizonte têm em comum? Por muito finito que pareça, se andarmos à descoberta iremos conhecer sempre mais e, arrisco-me a dizer, melhor.

7 comentários:

Filipa S. disse...

Concordo contigo ;)
E gostei expicialmente das últimas frases... O Amor e o Horizonte são infinitos!

Bárbara disse...

acredita, é mesmo (:

Amante Japonesa disse...

Que lindoo*

Marcela disse...

É bom saber isso :D

Marcela disse...

" Feliz dia do blog, o teu blog foi mencionado no meu blog no post (Desafio - Dia do blog)"

EBA ☮ disse...

Ontem estava bem... pensei que esse dia 16 ia ser bom para sempre, mas enganei-me

Joana disse...

o amor pode muito bem ser comparado com o horizonte e também com o mar imenso... há medida que avançamos conhecemos e vamos sempre reparar que a cada passo as coisas são diferentes!